Permalink
Switch branches/tags
Nothing to show
Find file
Fetching contributors…
Cannot retrieve contributors at this time
23 lines (15 sloc) 2.37 KB
layout title tags categories indexed resume
post
Viciados em software
simplicidade pt
artigo
true
Em um mundo abundante de softwares a saída por estar em não usa-los.

Use menos software. Muitas vezes essa é a direção que tenho tomado pra mim e ensinado a outros. Cada vez mais estamos envolvidos num ciclo vicioso de utilizar software para resolver todos os nossos problemas e acabamos não percebendo que este vício pode nos prender.

Em uma consultoria, ao conversar com o gerente do projeto, falávamos sobre ferramentas de gestão de tarefas. Ele me mostrava com grande entusiasmo uma ferramenta que estava estudando. A ferramenta era composta por diversos módulos e era totalmente configurável. Suportava diversos estilos de gestão e um deles era para gerir projetos utilizando metodologias ágeis. Aparentemente era uma ferramenta robusta, bem conceituada e extramamente complexa.

Mostrei ao gestor uma outra opção. Olhei para a parede em frente a mim naquela pequena sala. Na parede existia um bom espaço grande e branco. Perguntei se existiam desenvolvedores trabalhando remotamente e sua reposta foi não. Minha proposta então pareceu fazer todo o sentido.

"Que tal você colocar um quadro bem aqui nesta parede branca onde todos facilmente poderão vê-lo? Ao invés de utilizar esse sistema você poderia utilizar cartões coloridos para marcar as tarefas. Divida em tarefas em aberto, sendo feitas, testadas e entregues. As cores dos cartões poderiam representar tarefas e bugs". Toda vez que falo isso para alguém é notório o espanto. Geralmente segue-se da seguinte frase: "Mas, o sistema já faz tudo isso e muito mais. Olhe só...".

A minha proposta é simples. Não precisa de um sistema. Possui uma alta flexibilidade. Não tem problemas quando a internet cai. Ela é simples e funcional. O problema é que estamos viciados em usar sistemas. Não conseguimos viver sem eles. Mas isso não é verdade.

Sistemas não são tão flexiveis. Quando precisamos fazer algo a mais que eles não nos permitem acabamos percebendo como podem nos travar. Talvez a ferramenta mais simples já resolva o problema.

Que tal tentar perceber qual software não é tão vital para você e sua empresa? Que tal procurar alternativas simples e criativas para resolver os problemas de sempre? Papel, caneta, quadros, cartões são ótimas ferramentas para nos ajudar a fugir desse vício.