Skip to content

HTTPS clone URL

Subversion checkout URL

You can clone with
or
.
Download ZIP
Branch: gh-pages
Fetching contributors…

Cannot retrieve contributors at this time

87 lines (73 sloc) 7.876 kB
<!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Strict//EN"
"http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-strict.dtd">
<html xmlns="http://www.w3.org/1999/xhtml" xml:lang="en" lang="en-us">
<head>
<meta http-equiv="content-type" content="text/html; charset=utf-8" />
<title>Primeiro programa Ruby</title>
<meta name="author" content="" />
<!--- Blueprint CSS Framework -->
<link rel="stylesheet" href="css/blueprint/screen.css" type="text/css" media="screen, projection">
<link rel="stylesheet" href="css/blueprint/print.css" type="text/css" media="print">
<!--[if IE]>
<link rel="stylesheet" href="css/blueprint/ie.css" type="text/css" media="screen, projection">
<![endif]-->
<!-- CodeRay syntax highlighting CSS -->
<link rel="stylesheet" href="css/coderay.css" type="text/css" />
<!-- Homepage CSS -->
<link rel="stylesheet" href="css/site.css" type="text/css" media="screen, projection" />
</head>
<body>
<div class="container">
<div class="column span-22 prepend-1 append-1 first last" id="header">
<h1 class="title"><a href="index.html" alt="voltar para o início">Tutorial de Ruby do GURU-SP</a></h1>
<hr>
</div>
<div class="column span-17 prepend-1 first">
<p class="title">Primeiro programa Ruby</p>
<p>Vamos iniciar o <strong>SciTE</strong>, o editor Ruby que vem com <em>One Click Ruby Installer</em> para Windows. Para isso, em sua área de trabalho clique em <em>Iniciar/Programas/Ruby-186-25/SciTE</em>. A janela do editor se abre. Pressione a tecla F8 para abrir uma janela de saída. Agora, clique em <em>Options/Open Global Options File</em> e procure por &#8216;tabsize&#8217;. Altere e crie <em>tabsize=2</em> e <em>indent.size=2</em>. Eu gosto que a janela do meu <strong>SciTE</strong> esteja maximizada no início e, para isso, configure <em>position.width=-1</em> e <em>position.height=-1</em> Pressione <em>Ctrl+S</em> e <em>Ctrl+W</em>. Após isso, pressione <em>Ctrl+Shift+I</em> &#8211; isso abrirá a janela de configuração de identação. Aqui, assegure que <em>Tab Size</em> e <em>Indent Size</em> está configurado como 2 e que a opção <em>Use tabs box</em> não está selecionada. Clique em OK. Agora nós estamos prontos para escrever nosso primeiro programa Ruby.</p>
<p>Crie um diretório, como por exemplo, <em>programasruby</em> em seu C:/ Nós armazenaremos todos os nossos programas neste diretório. Nosso primeiro programa irá exibir a string &#8216;Olá&#8217; na janela de comando e o nome do programa será <strong>p001ola.rb</strong></p>
<p>Por convenção, arquivos fonte Ruby tem a extensão <strong>.rb</strong>. No Microsoft Windows, arquivos fonte Ruby algumas vezes terminam com .rbw, como em meuscript.rbw. A convenção de codificação Ruby diz que nomes de arquivos/diretórios são escritos em letra minúscula e com extensão .rb. Por exemplo, a classe Foo tem o nome foo.rb</p>
<div class='box'>O layout do código é por sua conta; o jeito como você escolher indentar não é relevante (mas usando dois caracteres na identação tornará você mais amigável na comunidade, se você planeja distribuir seu código).</div>
<p>Na janela esquerda do SciTE digite: puts &#8216;Olá&#8217; e então clique em <em>File/Save As&#8230;</em> Dê o nome p001ola.rb e armazene ele no seu diretório programasruby. Pressione F5 para executar o programa. Você deveria ver Olá na janela de saída à direita. O programa é como o exibido abaixo:</p>
<div class="CodeRay">
<pre><span class="no">1</span> <span class="c"># p001ola.rb</span>
<span class="no">2</span> puts <span class="s"><span class="dl">'</span><span class="k">Olá</span><span class="dl">'</span></span>
</pre>
</div>
<p><strong>Nota:</strong> Ruby é uma linguagem de script. Não existe nenhum método principal especial por onde a execução do programa inicia. É dado ao interpretador do Ruby um script de instruções para executar, e ele começa da primeira linha e continua até a última linha. <strong>puts</strong> (a letra <strong>s</strong> em <strong>puts</strong> quer dizer string; <strong>puts</strong> significa coloque uma string) simplesmente escreve na tela seja lá o que vier depois dele, mas ele também vai automaticamente para a próxima linha (exceto quando a string passada já termina com uma nova linha).</p>
<div class='box'>
<p>a. Parênteses são geralmente opcionais nas chamadas de métodos. Todas as chamadas abaixo são válidas:<br />
foobar<br />
foobar()<br />
foobar(a, b, c)<br />
foobar a, b, c</p>
b. Em Ruby, tudo desde um inteiro até uma string é considerado um objeto (mais sobre isso depois). E cada objeto foi criado com &#8216;métodos&#8217; (termo Ruby para funções) os quais podem ser usados para várias coisas úteis. Para usar um método, você precisa por um ponto depois do objeto, e então acrescentar o nome do método. Alguns métodos como o <strong>puts</strong> e o <strong>gets</strong> estão disponíveis em todos os lugares e não precisam ser associados a um objeto específico.
<p>Tecnicamente falando, esses métodos são fornecidos pelo módulo <strong>Kernel</strong> do Ruby (mais sobre isso depois) e eles são incluídos em todos os objetos Ruby (o módulo <strong>Kernel</strong> é incluído pela classe (mais sobre isso depois) <strong>Object</strong>, então esses métodos estão disponíveis em todo objeto Ruby). Quando você executa uma aplicação Ruby, um objeto chamado <strong>main</strong> da classe <strong>Object</strong> é automaticamente criado. Esse objeto proporciona acesso aos métodos de <strong>Kernel</strong>.</p>
</div>
<h2>Observe</h2>
<ol>
<li>Programadores Java e C &#8211; não é necessário escrever um método/função main</li>
<li>Literais string são sequências de caracteres entre aspas simples ou dupla. Eu estou usando aspas simples em volta de Olá. &#8217; é mais eficiente que &quot; (mais sobre isso depois)</li>
<li>Ruby é uma linguagem interpretada, então você não precisa recompilar para executar um programa escrito em Ruby</li>
<li>Lançamentos do Ruby mesmo com números de sub-versões &#8211; 1.6, 1.8, e outros &#8211; são estáveis, versões públicas. Entretanto, em 2007 Matz quebrou a convenção e criou a versão 1.9 como uma pública e estável versão do Ruby</li>
<li>A convenção de codificação Ruby diz que nomes de arquivos/diretórios são escritos em letra minúscula e com extensão .rb. Por exemplo, a classe Foo tem o nome foo.rb</li>
</ol>
<div class="pagination"><a href="caracteristicas.html">Características &gt;</a></div>
</div>
<div class="column span-5 append-1 last">
<p><a href="http://www.guru-sp.org" title="Grupo de Usuários Ruby de SP"><img src="images/logo_guru-sp.jpg" title="Logo do GURU-SP" alt="Logo do Guru-SP" /></a></p>
<div class="box">
<p>Este material tem como base o <a href="http://www.rubylearning.com" title="Ruby Learning">tutorial do RubyLearning.com de Satish Talim</a> e foi traduzido por membros do <a href="http://www.guru-sp.org" title="Grupo de Usuários Ruby de SP">GURU-SP</a> com a permissão do autor.</p>
<p class="last">Ajude o RubyLearning participando em algum dos <a href="http://www.rubylearning.org" title="cursos do Ruby Learning">cursos pagos</a> ou <a href="http://pledgie.com/campaigns/415" title="Ajude o Ruby Learning">fazendo uma doação para o projeto</a></p>
</div>
<p class="quiet"><a href="index.html" title="índice">Voltar para o índice</a></p>
<h5></h5>
<p class="incr"></p>
</div>
<div class="column span-22 prepend-1 append-1 first last" id="footer">
<hr />
<p>Tuturial de Ruby do <a href="http://www.guru-sp.org" title="Grupo de Usuários Ruby de SP">GURU-SP</a>. Este site foi criado com <a href="http://webby.rubyforge.org">Webby</a></p>
</div>
</div>
</body>
</html>
Jump to Line
Something went wrong with that request. Please try again.