Mapa de Ocorrências Policiais. Baseado no original https://github.com/Caged/portlandcrime, mas convertido para Python e banco trocado de MongoDB para PostgreSQL/PostGIS
Switch branches/tags
Nothing to show
Latest commit 729c6d7 May 10, 2012 @cassioeskelsen Update README.md
Permalink
Failed to load latest commit information.
ocorrencias
static
.gitignore
README.md
settings.py
wsgi.py

README.md

#Mapa de Ocorrências Policiais#

Mapa de Ocorrências Policiais com estatísticas por bairro, por tipo de crime, etc.

Este projeto não é do tipo "crowdsourcing" de dados e sim para visualização de dados vindos dos órgãos de segurança.

Exemplo em: http://jgs.mapadeocorrencias.com.br/

Baseado no original https://github.com/Caged/portlandcrime, com as seguintes modificações:

  • convertido para Python (era Ruby)
  • banco trocado de MongoDB para PostgreSQL/PostGIS.
  • simplificação: retirada dos scripts CoffeScript
  • substituição do mapa da Cloudmade.com por um servidor de mapas próprio*

A parte visual permanece praticamente a mesma, portanto, todos os créditos da parte visual por enquanto pertencem ao Justin Palmer.

Este projeto é um "spin-off" de outro SIG maior que não foi para frente por motivos que não vem ao caso. Como separei o código e refiz algumas partes, podem aparecer alguns bugs, ainda estou testando tudo.

##Licença##

GPL para a parte em Python. A parte visual que permanece por enquanto igual, tem a mesma licença original do "portlandcrime"

##Requerimentos##

  • Django
  • GeoDjango (incluído na distribuição do Django)
  • Postgre/PostGIS (está rodando com a versão 1.5, mas com certeza funciona com a 2 também)

##Instalação##

  1. É necessário ter previamente instalado o Postgre/PostGIS.

  2. Crie um arquivo databaseconf.py na raíz do projeto com seus dados de conexão (apenas o que está abaixo):

MEUDATABASE = { 'default': { 'ENGINE': 'django.contrib.gis.db.backends.postgis', 'NAME': 'NOMEDODATABASE', 'USER': 'USUARIO', 'PASSWORD': 'SENHA', 'HOST': 'IP OU NOME DO SERVIDOR', 'PORT': '5432(ou outra)', } }

Executar o python manage.py syncdb para criar todas as tabelas

  1. Você pode testar usando o próprio servidor do Django com "python manage.py runserver 8000" ou criando um site em seu Apache. Na raíz do projeto você encontrará um arquivo wsgi.py para lhe auxiliar na configuração

##Alimentação dos Dados##

A importação dos dados deverá ser feito com algum script de importação. Estou providenciando um exemplo.

(*) essa parte necessitará de uma mudança pois meu servidor só tem o mapa de eixos de Blumenau e de Jaraguá do Sul. Como meu servidor usa mesma tecnologia do Open Street Maps, a substituição será simples.