Permalink
Browse files

fixing getting-started/building break-line

  • Loading branch information...
1 parent d377457 commit 66734ce586806f8e039e7c6b4c118f3bcbcd3a26 @celsodantas committed Mar 8, 2012
@@ -144,9 +144,16 @@
- <p>Você pode compilar e executar o Rubinius a partir do código fonte. Você não precisa instalar o Rubinius para executa-lo. Abaixo você encontrará detalhes de como instalar e executa-lo a partir do código fonte.</p>
+ <p>Você pode compilar e executar o Rubinius a partir do código fonte. Você não precisa
+instalar o Rubinius para executa-lo. Abaixo você encontrará detalhes de como instalar e
+executa-lo a partir do código fonte.</p>
-<p>O Rubinus usa o LLVM como o compilador JIT. O Rubinius depende de uma versão particular do LLVM e o LLVM precisa estar compilado com o C++ RTTI (<em>run-time type information</em>) habilitado. O script <code>configure</code> irá verificar automaticamente esse requerimento quando este buscar a versão instalada do LLVM. Se você já tiver o LLVM instalado em sua máquina e o Rubinius falhar em linkar com o LLVM por qualquer motivo, passe <code>--skip-system</code> como argumento do script <code>configure</code> nas instruções abaixo.</p>
+<p>O Rubinus usa o LLVM como o compilador JIT. O Rubinius depende de uma versão particular
+do LLVM e o LLVM precisa estar compilado com o C++ RTTI (<em>run-time type information</em>)
+habilitado. O script <code>configure</code> irá verificar automaticamente esse requerimento quando
+este buscar a versão instalada do LLVM. Se você já tiver o LLVM instalado em sua máquina
+e o Rubinius falhar em linkar com o LLVM por qualquer motivo, passe <code>--skip-system</code> como
+argumento do script <code>configure</code> nas instruções abaixo.</p>
<h3 id="obtendo-o-cdigo-fonte">Obtendo o código fonte</h3>
@@ -162,9 +169,12 @@ <h3 id="obtendo-o-cdigo-fonte">Obtendo o código fonte</h3>
<h3 id="instalando-o-rubinius">Instalando o Rubinius</h3>
-<p>Se você planeja utilizar o Rubinius para executar sua aplicação, essa é melhor opção. Contudo, você também pode rodar o Rubinius diretamente do codigo fonte. Veja a próxima sessão para maiores detalhes.</p>
+<p>Se você planeja utilizar o Rubinius para executar sua aplicação, essa é melhor opção.
+Contudo, você também pode rodar o Rubinius diretamente do codigo fonte. Veja a próxima
+sessão para maiores detalhes.</p>
-<p>Nos recomendamos instalar o Rubinius em um local que não exija o uso de <code>sudo</code> or outros previlegio de <em>superuser</em>. Para instalar o Rubinius:</p>
+<p>Nos recomendamos instalar o Rubinius em um local que não exija o uso de <code>sudo</code> or outros
+previlegio de <em>superuser</em>. Para instalar o Rubinius:</p>
<ol>
<li><code>./configure --prefix=/path/to/install/dir</code></li>
@@ -183,7 +193,10 @@ <h3 id="executando-a-partir-da-pasta-do-cdigo-fonte">Executando a partir da past
<p>Se você estiver interessado em experimentar o Rubinius, siga as instruções de como adicionar a pasta <em>bin</em> ao seu PATH.</p>
-<p>Contudo, se você estiver desenvolvendo o Rubinius, você NÃO DEVE adicionar a pasta <em>bin</em> ao seu PATH por que o próprio Rubinius irá fazer os link do <code>ruby</code> e <code>rake</code> ao executavel do Rubinius. O Rubinius precisa de uma outra versão do executavel do Ruby para fazer a inicialização do seu processo de compilação (<em>bootstrap</em>).</p>
+<p>Contudo, se você estiver desenvolvendo o Rubinius, você NÃO DEVE adicionar a pasta <em>bin</em>
+ao seu PATH por que o próprio Rubinius irá fazer os link do <code>ruby</code> e <code>rake</code> ao
+executavel do Rubinius. O Rubinius precisa de uma outra versão do executavel do Ruby
+para fazer a inicialização do seu processo de compilação (<em>bootstrap</em>).</p>
</div>
@@ -7,9 +7,16 @@ next: Executando Rubinius
next_url: getting-started/running-rubinius
---
-Você pode compilar e executar o Rubinius a partir do código fonte. Você não precisa instalar o Rubinius para executa-lo. Abaixo você encontrará detalhes de como instalar e executa-lo a partir do código fonte.
+Você pode compilar e executar o Rubinius a partir do código fonte. Você não precisa
+instalar o Rubinius para executa-lo. Abaixo você encontrará detalhes de como instalar e
+executa-lo a partir do código fonte.
-O Rubinus usa o LLVM como o compilador JIT. O Rubinius depende de uma versão particular do LLVM e o LLVM precisa estar compilado com o C++ RTTI (_run-time type information_) habilitado. O script `configure` irá verificar automaticamente esse requerimento quando este buscar a versão instalada do LLVM. Se você já tiver o LLVM instalado em sua máquina e o Rubinius falhar em linkar com o LLVM por qualquer motivo, passe `--skip-system` como argumento do script `configure` nas instruções abaixo.
+O Rubinus usa o LLVM como o compilador JIT. O Rubinius depende de uma versão particular
+do LLVM e o LLVM precisa estar compilado com o C++ RTTI (_run-time type information_)
+habilitado. O script `configure` irá verificar automaticamente esse requerimento quando
+este buscar a versão instalada do LLVM. Se você já tiver o LLVM instalado em sua máquina
+e o Rubinius falhar em linkar com o LLVM por qualquer motivo, passe `--skip-system` como
+argumento do script `configure` nas instruções abaixo.
### Obtendo o código fonte
@@ -24,9 +31,12 @@ Se preferir, utilize o Git:
### Instalando o Rubinius
-Se você planeja utilizar o Rubinius para executar sua aplicação, essa é melhor opção. Contudo, você também pode rodar o Rubinius diretamente do codigo fonte. Veja a próxima sessão para maiores detalhes.
+Se você planeja utilizar o Rubinius para executar sua aplicação, essa é melhor opção.
+Contudo, você também pode rodar o Rubinius diretamente do codigo fonte. Veja a próxima
+sessão para maiores detalhes.
-Nos recomendamos instalar o Rubinius em um local que não exija o uso de `sudo` or outros previlegio de _superuser_. Para instalar o Rubinius:
+Nos recomendamos instalar o Rubinius em um local que não exija o uso de `sudo` or outros
+previlegio de _superuser_. Para instalar o Rubinius:
1. `./configure --prefix=/path/to/install/dir`
2. `rake install`
@@ -42,4 +52,7 @@ Se você planeja trabalhar diretamente no Rubinus, você deve fazer o seguinte:
Se você estiver interessado em experimentar o Rubinius, siga as instruções de como adicionar a pasta _bin_ ao seu PATH.
-Contudo, se você estiver desenvolvendo o Rubinius, você NÃO DEVE adicionar a pasta _bin_ ao seu PATH por que o próprio Rubinius irá fazer os link do `ruby` e `rake` ao executavel do Rubinius. O Rubinius precisa de uma outra versão do executavel do Ruby para fazer a inicialização do seu processo de compilação (_bootstrap_).
+Contudo, se você estiver desenvolvendo o Rubinius, você NÃO DEVE adicionar a pasta _bin_
+ao seu PATH por que o próprio Rubinius irá fazer os link do `ruby` e `rake` ao
+executavel do Rubinius. O Rubinius precisa de uma outra versão do executavel do Ruby
+para fazer a inicialização do seu processo de compilação (_bootstrap_).

0 comments on commit 66734ce

Please sign in to comment.