Permalink
Switch branches/tags
Nothing to show
Find file Copy path
Fetching contributors…
Cannot retrieve contributors at this time
59 lines (43 sloc) 3.81 KB
published permalink layout filename title desc
true
/Execução-do-PDA/
slate
Execução-do-PDA.md
Execução do PDA - Kit de Dados Abertos
Descreve o processo de execução de um Plano de Dados Abertos de uma instituição.

Execução do Plano de Dados Abertos

Diagrama do processo de execução de um PDA

A execução do [PDA]({{ site.baseurl }}Glossário#pda) na organização se divide nos seguintes passos:

Reunir representantes das áreas de negócio

Considerando que num primeiro momento o gestor [identificou os representantes das áreas estratégicas]({{ site.baseurl }}Processo-sistêmico#representantes), essa atividade consiste basicamente em acertar as agendas desses representantes para as reuniões periódicas de monitoramento, necessárias para acompanhar se as metas do plano estão sendo cumpridas.

Definir Papéis e responsabilidades

Esse é o momento onde cada área se compromete com uma parte do trabalho:

  • Área de tecnologia da informação: apoiar a abertura das bases de dados, diretamente ou na definição dos requisitos aos fornecedores; Fazer o refinamento e a publicação dos dados, através do desenvolvimento de solução ou publicação de arquivos.
  • [Serviço de Informação ao Cidadão]({{ site.baseurl }}Glossário#sic): Apoiar a interlocução com consumidores dos dados para definir dados mais prioritários para a abertura e obter feedback sobre as publicações.
  • Assessoria de Comunicação Social: apoiar o planejamento e desenvolver ações de comunicação coordenadas com a publicação dos dados; planejar e realizar a interlocução com consumidores dos dados para definir dados mais prioritários para a abertura e obter feedback sobre as publicações.
  • Ouvidoria: Apoiar a interlocução com consumidores dos dados para definir dados mais prioritários para a abertura e obter feedback sobre as publicações.
  • Áreas de negócio - realizar a abertura das bases de dados com o apoio da área de TI; definir a melhor forma de estruturar os dados, os campos mais relevantes, etc.

Iniciar processos de abertura de base de dados

Após as definições passadas, chega a hora de abrir as bases de dados. Aqui são iniciados os [processos de abertura de dados]({{ site.baseurl }}Abertura-de-dados), que podem ser desenvolvidos em série ou paralelamente. Em geral o gargalo dessa atividade é a área de TI da organização, que dificilmente dispõe técnicos para realizar tudo ao mesmo tempo. Nesse caso, sugere-se que seja formada uma equipe da área de TI para se tornar responsável pela implementação de todas instâncias dos [processos de abertura de dados]({{ site.baseurl }}Abertura-de-dados) da organização. Dessa forma, busca-se mais eficiência por uma mesma equipe se familiarizar com o processo.

Monitorar a execução de cada processo

Esse é um processo de monitoramento e controle comum. O gestor deve agendar reuniões periódicas para essa atividade e, durante as reuniões, acompanhar as metas estabelecidas no PDA e verificar suas entregas. É uma boa prática manter as informações de andamento da execução do PDA publicizadas no sítio da instituição no própio local o onde o [PDA está publicado]({{ site.baseurl }}Processo-sistêmico#publicação-do-pda-).

Além disso, no caso de órgão ou entidade do poder executivo federal, tenha em mente o fato de que a execução do PDA também é monitorada pelo Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União por meio do Painel Monitoramento de Dados Abertos.