Skip to content

HTTPS clone URL

Subversion checkout URL

You can clone with
or
.
Download ZIP
tree: 8a66b8f5b7
Fetching contributors…

Cannot retrieve contributors at this time

193 lines (125 sloc) 6.017 kB
Este é o Parrot, versão 2.10.1
------------------------------
Parrot Copyright (C) 2001-2010, Parrot Foundation.
INFORMAÇÕES SOBRE A LICENÇA
---------------------------
Este código é distribuído através dos termos da Licença Artística 2.0.
Para mais detalhes, veja o texto completo da licença no arquivo LICENSE.
RESUMO
------
Parrot é uma máquina virtual desenhada para compilar e executar de
maneira eficiente bytecode para linguagens dinâmicas.
PRÉ-REQUISITOS
--------------
Você vai precisar de um compilador de C, um ligador (linker) e, é claro,
um programa de "make".
Se você for usar a biblioteca ICU você vai precisar fazer o download e
a instalação antes de configurar o Parrot. A biblioteca está disponível
através do site http://site.icu-project.org/download.
Você também vai precisar do Perl 5.8.4 ou mais novo, e do Storable 2.12 ou
mais novo para executar os scripts de configuração e de compilação.
Para a maioria das plataformas que nós damos suporte, Parrot consegue ser
compilado sem a necessidade de pacotes adicionais. docs/parrot.pod contém
uma lista com estas plataformas. O arquivo PLATFORMS dispõe de relatórios
sobre as plataformas a qual o Parrot já foi compilado e testado.
COMO INSTALAR O PARROT PELO GITHUB
----------------------------------
I. Instalando o Git.
Linux:
Esta etapa depende da sua distribuição. Para instalar pacotes você deve
executar os comandos como "root" (ou através do comando "sudo"):
No Ubuntu/Debian (baseado no apt):
apt-get install git-core
No Red Hat, Fedora (baseado em rpm):
yum install git
No Gentoo (portage):
emerge -av dev-vcs/git
Windows:
Existe 2 versões de compatibilidade do Git no Windows:
msysgit http://code.google.com/p/msysgit/downloads/list
TortoiseGit http://code.google.com/p/tortoisegit/downloads/list
Macintosh OS X:
Uma busca na Internet irá resultar em uma varidade de instaladores do
Git para o Mac OS X, incluíndo este:
http://help.github.com/mac-git-installation/
II. Obtendo o Parrot pelo github.com
Para obter uma cópia do repositório Git do Parrot:
git clone git://github.com/parrot/parrot.git
Por padrão, apenas a "branch" "master" é baixada. Para criar um "branch"
local que que siga o curso da branch "some_branch":
git checkout -b --track some_branch origin/some_branch
Todas as URLs acima são apenas para leitura. Se você é um desenvolvedor
do núcleo do Parrot você deve usar a URL com permissão de escrita:
git clone git@github.com:parrot/parrot.git
Uma lista com todos os "branches" pode ser encontrada em
http://github.com/parrot/parrot
INSTRUÇÕES
----------
Se você baixou uma versão compactada do Parrot você vai precisar
descompactar o pacote antes de prosseguir. Em seguida, entre na
pasta do Parrot e execute o seguinte comando
perl Configure.pl
para rodar o script de configuração. Este script extrai a configuração
do perl5 que está sendo executado. Pode ser que você precise mostrar
explicitamente ao Configure.pl qual compilador e qual ligador (linker)
você deseja usar. Por exemplo, para compilar os arquivos em C com o "cc",
os arquivos em C++ com o "CC" e ligar tudo com o "CC", basta executar o
script da seguinte forma:
perl Configure.pl --cc=cc --link=CC --ld=CC
Consulte "perl Configure.pl --help" para mais informações e
docs/configuration.pod para mais detalhes.
Para sistemas como o HPUX, que não contém o inet_pton, execute
perl Configure.pl --define=inet_aton
O Configure.pl irá gerar o cabeçalho config.h, o módulo Parrot::Config,
arquivos específicos da plataforma e vários arquivos "Makefile".
O arquivo "myconfig" contém um resumo com todas as opções de configuração.
A seguir, execute o comando "make". Configure.pl irá reportar qual a
versão do make que ele recomenda ao seu sistema.
Agora o interpretador será compilado. Se você está compilando a
biblioteca ICU (padrão na maioria dos sistemas), você vai precisar
do GNU make (ou algo compatível com ele).
Você pode testar o Parrot através do comando "make test". Também é
possível rodar os testes em paralelo, executando "make TEST_JOBS=3 test".
Para rodar a suíte completa de testes, execute:
make fulltest
Nota: o arquivo PLATFORMS contém notas sobre falhas esperadas nos testes
de acordo com os diferentes sistemas.
Para instalar o Parrot:
make install
Por padrão ele será instalado em /usr/local, com os executáveis em
/usr/local/bin. Se você quer instalar Parrot em alguum outro lugar, use:
perl Configure.pl --prefix=/home/joe/bird
make install
Mas por favor, note que as bibliotecas dinâmicas não serão encontradas
nos lugares não convencionais, ao menos que você as inclua no
LD_LIBRARY_PATH ou similar.
Leia o docs/parrot.pod e docs/intro.pod para saber onde ir a partir
daqui. Se você encontrar algum problema, olhe a seção "How To Submit
A Bug Report" em docs/submissions.pod. Esses documentos estão no formato
POD. Você pode os ler através do comando:
perldoc -F docs/intro.pod
ATUALIZAÇÕES
------------
Para documentação sobre as mudanças visíveis aos usuários ao longo
das diferentes versões, por favor confira o arquivo NEWS.
LISTAS DE EMAIL
---------------
A lista de usuários do Parrot é parrot-users@lists.parrot.org.
Subscreva-se preenchendo o formulário em
http://lists.parrot.org/mailman/listinfo/parrot-users. A lista é
arquivada em http://lists.parrot.org/pipermail/parrot-users/.
Para discussões sobre desenvolvimento, confira o arquivo
docs/gettingstarted.pod.
FEEDBACK, PATCHES, etc.
-----------------------
Dê uma olhada em docs/submissions.pod para mais informações sobre
como reportar bugs e submeter patches.
WEB SITES
---------
Os seguintes sites contém todas as informações que você precisa saber
sobre Parrot.
http://www.parrot.org/
http://docs.parrot.org/
https://github.com/parrot/parrot/
Se divirta,
A equipe do Parrot.
Jump to Line
Something went wrong with that request. Please try again.