Permalink
Switch branches/tags
Nothing to show
Find file Copy path
Fetching contributors…
Cannot retrieve contributors at this time
26 lines (14 sloc) 2.15 KB

Hackerspace na Câmara Municipal de SP

Objetivo: Criar um laboratório aberto para experimentação de tecnologia e política na Câmara Municipal de São Paulo.

Puxando diretamente do conceito dos Hackerspaces:

Um hackerspace ou hackspace (de Hacker e Espaço) (também conhecido como hacklab, makerspace ou creative space) é um local real (em oposição ao virtual) com o formato de um laboratório comunitário que segue a Etica_Hacker, tendo espírito agregador, convergente e inspirador. Nele, pessoas com interesses em comum, normalmente em ciência, tecnologia, arte digital ou eletronica podem se encontrar, socializar e colaborar. Um hackerspace pode ser visto como um laboratório comunitário, uma oficina ou um estúdio onde pessoas de diversas áreas podem trocar conhecimento e experiência para construir algo juntos.

A ideia é criar um espaço físico na Câmara para que jovens, políticos, hackers, servidores públicos e demais cidadãos interessados possam trocar experiências e promover projetos que unam tecnologia, transparência e política.

O Laboratório

Para o equipamento inicial do laboratório estão previstas algumas bancadas de trabalho - que podem ser produzidas coletivamente em oficinas de marcenaria para o desenho desse mobiliário urbano.

Além disso um conjunto inicial de ferramentas será fornecido pela Câmara Municipal - ficando a manutenção como responsabilidade dos servidores e cidadãos que frequentarem o espaço.

Será instalada uma política de doação de equipamentos e materiais de trabalho para permitir que o laboratório esteja sempre abastecido ao mesmo tempo que não se torne um simples depósito de lixo eletrônico.

A gestão desse espaço será feita de maneira aberta e transparente, com um grupo executivo formado paritariamente por servidores da casa e cidadão que cuidaram dos procedimentos operacionais.

Oficinas

Paralelo as atividades livres do laboratório uma grade de oficinas envolvendo política e tecnologia será montada semestralmente a partir de uma chamada pública organizada pelo Grupo Executivo.

Essas oficinas serão todas livres e gratuitas.