Skip to content
Browse files

Merge pull request #557 from rogeriozambon/master

Some changes and corrections in PT-BR documentation.
  • Loading branch information...
2 parents 6fed1d7 + 199dbe0 commit f3007c0fb639a51bd0df24aee8ecc8ff58537dfe @rkh rkh committed Aug 2, 2012
Showing with 151 additions and 22 deletions.
  1. +151 −22 README.pt-br.rdoc
View
173 README.pt-br.rdoc
@@ -1,27 +1,27 @@
= Sinatra
<i>Atenção: Este documento é apenas uma tradução da versão em inglês e pode estar desatualizado.</i>
-Sinatra é uma DSL para criar rapidamente aplicações web em Ruby com o mínimo de
-esforço:
+Sinatra é uma DSL para criar aplicações web em Ruby com o mínimo de esforço e rapidez:
# minhaapp.rb
- require 'rubygems'
require 'sinatra'
+
get '/' do
'Olá Mundo!'
end
Instale a gem e execute como:
- sudo gem install sinatra
- ruby minhaapp.rb
+ gem install sinatra
+ ruby -rubygems minhaapp.rb
Acesse em: http://localhost:4567
+Recomendamos a execução de <tt>gem install thin</tt>. Caso esteja disponível, o Sinatra irá usar.
+
== Rotas
-No Sinatra, uma rota é um metodo HTTP associado a uma URL correspondente padrão.
-Cada rota é associada a um bloco:
+No Sinatra, uma rota é um método HTTP emparelhado com um padrão de URL. Cada rota possui um bloco de execução:
get '/' do
.. mostrando alguma coisa ..
@@ -35,30 +35,35 @@ Cada rota é associada a um bloco:
.. atualizando alguma coisa ..
end
+ patch '/' do
+ .. modificando alguma coisa ..
+ end
+
delete '/' do
- .. apagando alguma coisa ..
+ .. removendo alguma coisa ..
end
-Rotas são encontradas na ordem em que são definidas. A primeira rota que
-é encontrada invoca o pedido.
+ options '/' do
+ .. estabelecendo alguma coisa ..
+ end
+
+As rotas são interpretadas na ordem em que são definidos. A primeira rota encontrada responde ao pedido.
-Padrões de rota podem incluir parâmetros nomeados, acessáveis via a
-hash <tt>params</tt>:
+Padrões de rota podem conter parâmetros nomeados, acessível através do hash <tt>params</tt>:
get '/ola/:nome' do
# corresponde a "GET /ola/foo" e "GET /ola/bar"
# params[:nome] é 'foo' ou 'bar'
"Olá #{params[:nome]}!"
end
-Você também pode acessar parâmetros nomeados via bloco de parâmetros:
+Você também pode acessar parâmetros nomeados através dos parâmetros de um bloco:
get '/ola/:nome' do |n|
"Olá #{n}!"
end
-Padrões de rota também podem incluir parâmetros splat (ou curingas), acessáveis
-via o array <tt>params[:splat]</tt>.
+Padrões de rota também podem conter parâmetros splat (wildcard), acessível através do array <tt>params[: splat]</tt>:
get '/diga/*/para/*' do
# corresponde a /diga/ola/para/mundo
@@ -70,26 +75,150 @@ via o array <tt>params[:splat]</tt>.
params[:splat] # => ["pasta/do/arquivo", "xml"]
end
-Rotas se correspondem com expressões regulares:
+Ou com parâmetros de um bloco:
+
+ get '/download/*.*' do |pasta, ext|
+ [pasta, ext] # => ["pasta/do/arquivo", "xml"]
+ end
+
+Rotas podem corresponder com expressões regulares:
get %r{/ola/([\w]+)} do
"Olá, #{params[:captures].first}!"
end
-Ou com um bloco de parâmetro:
+Ou com parâmetros de um bloco:
get %r{/ola/([\w]+)} do |c|
- "Hello, #{c}!"
+ "Olá, #{c}!"
+ end
+
+Padrões de rota podem contar com parâmetros opcionais:
+
+ get '/posts.?:formato?' do
+ # corresponde a "GET /posts" e qualquer extensão "GET /posts.json", "GET /posts.xml", etc.
end
-Rotas podem incluir uma variedade de condições correspondes, tal como o agente usuário:
+A propósito, a menos que você desative a proteção contra ataques (veja abaixo), o caminho solicitado pode ser alterado antes de concluir a comparação com as suas rotas.
+
+=== Condições
+
+Rotas podem incluir uma variedade de condições, tal como o <tt>user agent</tt>:
get '/foo', :agent => /Songbird (\d\.\d)[\d\/]*?/ do
- "Você está utilizando a versão #{params[:agent][0]} do Songbird."
+ "Você está usando o Songbird versão #{params[:agent][0]}"
end
get '/foo' do
- # Corresponde a um navegador não Songbird
+ # Correspondente a navegadores que não sejam Songbird
+ end
+
+Outras condições disponíveis são <tt>host_name</tt> e <tt>provides</tt>:
+
+ get '/', :host_name => /^admin\./ do
+ "Área administrativa. Acesso negado!"
+ end
+
+ get '/', :provides => 'html' do
+ haml :index
+ end
+
+ get '/', :provides => ['rss', 'atom', 'xml'] do
+ builder :feed
+ end
+
+Você pode facilmente definir suas próprias condições:
+
+ set(:probabilidade) { |valor| condition { rand <= valor } }
+
+ get '/ganha_um_carro', :probabilidade => 0.1 do
+ "Você ganhou!"
+ end
+
+ get '/ganha_um_carro' do
+ "Sinto muito, você perdeu."
+ end
+
+Use splat, para uma condição que levam vários valores:
+
+ set(:auth) do |*roles| # <- observe o splat aqui
+ condition do
+ unless logged_in? && roles.any? {|role| current_user.in_role? role }
+ redirect "/login/", 303
+ end
+ end
+ end
+
+ get "/minha/conta/", :auth => [:usuario, :administrador] do
+ "Detalhes da sua conta"
+ end
+
+ get "/apenas/administrador/", :auth => :administrador do
+ "Apenas administradores são permitidos aqui!"
+ end
+
+=== Retorno de valores
+
+O valor de retorno do bloco de uma rota determina pelo menos o corpo da resposta passado para o cliente HTTP, ou pelo menos o próximo middleware na pilha Rack. Frequentemente, isto é uma <tt>string</tt>, tal como nos exemplos acima. Mas, outros valores também são aceitos.
+
+Você pode retornar uma resposta válida ou um objeto para o Rack, sendo eles de qualquer tipo de objeto que queira. Além disto, é possível retornar um código de status HTTP.
+
+* Um array com três elementros: [status (Fixnum), cabecalho (Hash), corpo da resposta (responde à #each)]
+
+* Um array com dois elementros: [status (Fixnum), corpo da resposta (responde à #each)]
+
+* Um objeto que responda à #each sem passar nada, mas, sim, <tt>strings</tt> para um dado bloco
+
+* Um objeto <tt>Fixnum</tt> representando o código de status
+
+Dessa forma, podemos implementar facilmente um exemplo de streaming:
+
+ class Stream
+ def each
+ 100.times { |i| yield "#{i}\n" }
+ end
+ end
+
+ get('/') { Stream.new }
+
+Você também pode usar o método auxiliar <tt>stream</tt> (descrito abaixo) para incorporar a lógica de streaming na rota.
+
+=== Custom Route Matchers
+
+Como apresentado acima, a estrutura do Sinatra conta com suporte embutido para uso de padrões de String e expressões regulares como validadores de rota. No entanto, ele não pára por aí. Você pode facilmente definir os seus próprios validadores:
+
+ class AllButPattern
+ Match = Struct.new(:captures)
+
+ def initialize(except)
+ @except = except
+ @captures = Match.new([])
+ end
+
+ def match(str)
+ @captures unless @except === str
+ end
+ end
+
+ def all_but(pattern)
+ AllButPattern.new(pattern)
+ end
+
+ get all_but("/index") do
+ # ...
+ end
+
+Note que o exemplo acima pode ser robusto e complicado em excesso. Pode também ser implementado como:
+
+ get // do
+ pass if request.path_info == "/index"
+ # ...
+ end
+
+Ou, usando algo mais denso à frente:
+
+ get %r{^(?!/index$)} do
+ # ...
end
== Arquivos estáticos
@@ -644,4 +773,4 @@ Para atualizar o código do Sinatra no futuro:
* {Acompanhar Questões}[http://github.com/sinatra/sinatra/issues]
* {Twitter}[http://twitter.com/sinatra]
* {Lista de Email}[http://groups.google.com/group/sinatrarb/topics]
-* {IRC: #sinatra}[irc://chat.freenode.net/#sinatra] em http://freenode.net
+* {IRC: #sinatra}[irc://chat.freenode.net/#sinatra] em http://freenode.net

0 comments on commit f3007c0

Please sign in to comment.
Something went wrong with that request. Please try again.