Plataforma web da Universidade Popular de Arte e Ciência
JavaScript CSS HTML
Switch branches/tags
Nothing to show
Clone or download
Fetching latest commit…
Cannot retrieve the latest commit at this time.
Permalink
Failed to load latest commit information.
config open web analytics Nov 25, 2013
controllers eventos: correção na query "near" e correção de "byMonth" em deze… Nov 24, 2013
helpers Remover eventos, para users normais Aug 13, 2013
models bug do form de update de senha e email acertado Aug 22, 2013
public Home slideshow height Mar 14, 2017
views google analytics 2 Aug 11, 2016
.gitignore corrigindo erros no jade Aug 4, 2014
Gruntfile.js user profiles… finalmente: Ember Models without Ember Data Apr 18, 2013
README.txt
app.js Comentários em massa. Aug 31, 2013
fixtures.js modelos com índices únicos, articles Apr 13, 2013
package.json Update package.json Jan 7, 2018
templates.js grunt handlebars compiler: limpando index com compilador no grunt Apr 10, 2013

README.txt

O site UPAC foi desenvolvido com objetivo de apresentar a Universidade Popular de Arte e Ciência de uma maneira autêntica, baseando-se na história de ação e construção da Universidade em rede e seus valores: a vivência como caminho e o saber-de-experiência-feito como ponto de partida.

"Parte de uma visão ética que considera a fraternidade e a solidariedade como ideias-forças e compreendendo a circularidade sistêmica, propõe mandalas como sínteses reflexivas e movimentos em teias que referendam a conjugação do verbo esperançar como estratégia de conquista da liberdade."

Existe hoje a preocupação de, não só estar na grande rede, mas desenvolver ferramentas que potencialize e organize grupos e comunidades. Mas além disso, há também o questionamento sobre as ferramentas já disponíveis e amplamente usadas, que ao mesmo tempo oferecem ótimas interfaces de comunicação e mudaram nossa maneira de ser e estar no mundo físico e virtual, mas também detém o controle dos nossos dados, utilizando nossa informações para seus interesses corporativos e políticos.

Por conta disso, decidimos que a plataforma, muito além de um site institucional, deveria oferecer uma alternativa à essas ferramentas.

Dividimos a plataforma em três interfaces colaborativas: o blog, a agenda e a cartografia.

No blog, os participantes podem publicar artigos, poesias, fotos, vídeos. Também podem relacionar suas publicações a palavras-chave, que ajudam na organização de todo o material e na indexação dos assuntos da rede.

A agenda também é colaborativa, todos os participantes podem informar à rede eventos relacionados aos temas tratados na Universidade.

A cartografia é o espaço onde é possível visualizar a rede em sua totalidade. Ela reúne não só os usuários, mas também os eventos que foram geolocalizados e os pontos "UPAC", marcadores que os participantes podem localizar no mapa indicando projetos, instituições e empresas que compartilham algo em comum com a Universidade, os atuais ou potenciais parceiros.

É importante frisar que em todas as nossas decisões de como funcionariam as interfaces, adotamos uma postura de permitir a ação dos participantes, nunca tolhe-los. Os participantes são a plataforma, as publicações, os eventos, o trabalho cartográfico. A participação é o ponto fundamental da plataforma, e por isso, tanto no design quanto na tecnologia escolhida, nossa preocupação foi tornar a experiência de uso mais simples e mais lúdica possível: poucos ícones, mas grandes e coloridos, fáceis de assimilar e navegar; velocidade nas trasições de tela para criar uma sensação de aplicativo e não website.

A página de entrada e a página institucional são os únicos conteúdos que podem ser editados apenas pelos moderadores da plataforma. Para isso foi criada uma área de administração de conteúdo, só para moderadores.

A página de entrada oferece espaço para cartazes e pequenos avisos, a fim de facilitar o anúncio de algum evento ou promover alguma informação.

//////////

SOFTWARE LIVRE

O projeto foi desenvolvido principalmente com software livre, e o código escrito originalmente para o projeto são também livres, disponíveis na maior comunidade de software livre, o Github. Todo o sistema desenvolvido especificamente para o site pode e deve ser reaproveitado e distribuído dentro dos termos da licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma licença 2.5 Brasil, e a utilização dos trechos de código utilizados de outros projetos livres deve seguir suas próprias licenças FLOSS (Free Libre Open Source Software). Em outras palavras, qualquer pessoa pode pegar os códigos desenvolvidos pelo site e desenvolver sua própria plataforma baseada na UPAC, desde que esse site seja também aberto e livre pelas mesmas licenças. O código já está disponível para download.

Para a programação do servidor, utilizamos tecnologias livres recentes que estão se popularizando com muita velocidade e força, devido as suas qualidades: Node.js, que permite a criação de servidores muito rápidos, atendendo muitos usuários mesmo num servidor de pequeno porte. Utilizamos também o MongoDB como base de dados, igualmente veloz e muito usado em conjunto com Node.js.

Para a programação da interface de usuário, utilizamos o framework Ember.js, que proporciona a criação de aplicativos web com as mesmas tecnologias de um site. A velocidade de navegação entre as telas e conteúdos são méritos do Ember.js.

Outras bibliotecas usadas também foram fundamentais para este projeto:

- Leaflet: biblioteca para mapas interativos totalmente livre, que utiliza os mapas do OpenStreetMap e consegue em muitos aspectos superar o popular Google Maps
- Redactor: a única biblioteca não livre, mas excelente interface para edição de textos
- Select2: responsável pela interface de palavras-chave
- Dropzone.js: responsável pela interface de upload de imagens
- Fullcalendar: responsável pela interface de calendário
- Moment.js: responsável pela conversões de formatos de data
- jQuery
- Underscore.js
- Twitter Bootstrap
- Flat UI
- OpenWebAnalytics (OWA): alternativa ao Google Analytics

//////////

CRÉDITOS

Conceito
- George Araujo (Gerador Cultural)
- Marlus Araujo (Ultraleve)

Produção Ultraleve
- Lucas Gomez (direção de Arte)
- Marlus Araujo (design e desenvolvimento front-end)
- Tiago Rezende (desenvolvimento back-end)

Agradecimentos
- Norte Comum
- Universidade Popular de Arte e Ciência